Home / CIDADES / SUPOSTO SERIAL KILLER É ACUSADO DE TER MATADA ANA MARIA DUARTE

SUPOSTO SERIAL KILLER É ACUSADO DE TER MATADA ANA MARIA DUARTE

 Assessora parlamentar Ana Maria Victor Duarte é assassinada em frente a lanchonete em Goiânia, Goiás (Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)

O vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos, apontado como suposto serial killer de Goiânia foi denunciado pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) nesta quinta-feira (22), pela morte da assessora parlamentar Ana Maria Victor Duarte, de 27 anos. Esta é a quarta denúncia por homicídio encaminhada pelo órgão ao Poder Judiciário. O acusado confessou ter matado 29 pessoas desde 2011.

Tiago já responde na Justiça pelos homicídios de Rosirene Gualberto da Silva, 29, Ana Lídia Gomes de Sousa, 14 e Wanessa Oliveira Felipe, 22, além de dois roubos a uma agência lotérica na capital. Ele aguarda julgamento preso no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana.

De acordo com o promotor de Justiça Carlos Alberto Fonseca, responsável pela denuncia, o resultado do exame de microbalística foi uma prova importante. No laudo, ficou comprovado que o disparo que matou a assessora parlamentar saiu da arma apreendida com o vigilante. Ele foi denunciado por homicídio duplamente qualificado, em razão de motivo torpe e utilizando recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Se condenado, ele pode ficar preso de 12 a 30 anos.

No último dia 9, o vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha passou por uma audiência de instrução sobre a morte de morte de Rosirene Gualberto, de 29 anos. Esta foi a primeira oitiva em relação à série de homicídios da qual é acusado. Na ocasião, ele declarou que foi “obrigado” a matar a jovem por um “sentimento demoníaco”. “Uma voz me perturbava para fazer isso, eu tentava não ouvir, mas era mais forte do que eu e acabou acontecendo”, disse na ocasião o suposto serial killer.

Crime

Ana Maria morreu ao levar um tiro durante uma suposta tentativa de assalto em frente a uma lanchonete no dia 14 de março de 2014, no Setor Bela Vista. Formada em direito, Ana Maria trabalhava como assessora parlamentar do deputado estadual Hélio de Sousa (DEM). De acordo com a Polícia Militar, ela estava na companhia do noivo e de uma amiga em frente ao local quando, por volta das 23h30, um homem deu voz de assalto .(fonte G1Go)

lanchonete.

 

 

Leave a Reply

Subscribe to our Channel

Featured Video