Warning: Declaration of tie_mega_menu_walker::start_el(&$output, $item, $depth, $args) should be compatible with Walker_Nav_Menu::start_el(&$output, $item, $depth = 0, $args = Array, $id = 0) in /home/compraim/public_html/deolhogo.com.br/wp-content/themes/a1noticias/functions/theme-functions.php on line 0
MP ADIA INSPEÇÃO EM CENTRO DE INTERNAÇÃO APÓS MAIS UMA TENTATIVA DE FUGA | De Olho Goiás
Home / CIDADES / MP ADIA INSPEÇÃO EM CENTRO DE INTERNAÇÃO APÓS MAIS UMA TENTATIVA DE FUGA

MP ADIA INSPEÇÃO EM CENTRO DE INTERNAÇÃO APÓS MAIS UMA TENTATIVA DE FUGA

Menores que estão internados no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Goiânia tentaram fugir da unidade na noite de terça-feira (9). No dia anterior, 14 adolescentes conseguiram escapar, mas três foram recapturados. O Ministério Público chegou a marcar uma visita ao local na manhã desta quarta-feira (10), mas cancelou devido à “situação instável”.

A diretora do Grupo Executivo de Apoio à Criança e Adolescente (Gecria), Luzia Dora Juliano Silva, informou que os adolescentes tentaram forçar as grades e romper os cadeados dos alojamentos, mas que foram tomadas todas as medidas de segurança e nenhum interno conseguiu fugir.

“Eles estavam tentando fugir desde o dia 20 de dezembro. Quando o primeiro grupo conseguiu escapar, agora eles acham que conseguem e tentaram também, mas foi uma ação pontual, não tem motivo para alarde”, disse a diretora.

Segundo Silva, desde a primeira fuga dos adolescentes esta semana, houve o reforço no monitoramento e a Polícia Militar intensificou as rondas na região, entrando inclusive dentro da unidade.

O Ministério Público faz visitas à unidade a cada dois meses para verificar a situação dos internos. Porém, com a fuga, o órgão marcou uma vistoria par esta manhã. A assessoria de imprensa informou, no entanto que, “após nova tentativa de fuga, a situação segue instável no Case” e por razões de segurança e para não atrapalhar o trabalho da equipe que trabalha no local, adiou a inspeção.

Educadores encontraram corda feita com panos para facilitar fuga do Case (Foto: Giovana Dourado/TV Anhanguera)

Onze internos estão foragidos desde que conseguiram fugir do Case na noite de segunda-feira. O grupo rendeu e até agrediu servidores da unidade, que fica no Conjunto Vera Cruz I.

Internos usaram pedaços de ferro para agredir educadores e fugir. Além das barras de ferro, os servidores encontraram uma corda feita com pedaços de pano, para facilitar a ação. A direção da unidade informou que existem 151 vagas e, no momento da fuga, o Case abrigava 146 adolescentes.

Nas duas primeiras semanas do ano, fugas e três rebeliões foram registradas também no Sistema Prisional de Goiás. No dia 1º de janeiro, uma rebelião na Colônia Agroindustrial do Regime Semiaberto, dentro do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia deixou nove detentos mortos, 14 feridos e mais de 200 conseguiram foragidos. Na quinta-feira (4), um segundo motim terminou com uma fuga. Até a tarde de segunda-feira, 75 presos continuavam foragidos.

Em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, 11 presos fugiram. A fuga deles foi gravada por colegas de celas. Segundo a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), o preso responsável pela limpeza do corredor e fornecimento de alimento serrou os cadeados de uma cela e da grade de contenção do pavilhão. Entre os que escaparam, um foi recapturado.(G1)

pre1pre

Subscribe to our Channel

Featured Video