Home / POLÍCIA / GRUPO É PRESO SUSPEITO DE GOLPES NO VALOR DE UM MILHÃO DE REAIS EM GOIÁS

GRUPO É PRESO SUSPEITO DE GOLPES NO VALOR DE UM MILHÃO DE REAIS EM GOIÁS

Um grupo suspeito de aplicar golpes que somam mais de R$ 1 milhão foi apresentado nesta terça-feira (1º) pela Polícia Civil. Quatro pessoas foram presas e duas estão foragidas. Segundo as investigações, os investigados compravam empresas e usavam a reputação delas para adquirir carros de luxo, lancha e joias, pagando com cheques sem fundo e depois fugindo.

A quadrilha era formada por três homens e três mulheres. Um dos investigados tem mais de 70 passagens pela polícia, a maioria por estelionato. Os demais nunca foram presos.

O grupo é do sul do país, mas chegou a Goiânia em setembro de 2015, alugaram uma chácara comprara duas empresas e, a partir daí, adquiriam bens usando os cheques dessas empresas e usando a credibilidade que elas tinham no mercado. Mas os cheques eram sem fundo. Depois de um tempo eles fechavam as empresas e as vítimas ficavam no prejuízo. O intuito era revender os bens e ficar com o dinheiro”, disse a delegada Mayana Rezende, responsável pelo caso.

A polícia diz que o grupo levava uma vida de luxo. “Eles tinham carros no valor de R$ 100 mil, uma lancha de mais de R$ 50 mil e várias joias. O padrão de vida mostrava ostentação. Chegaram  a comprar uma franquia de academia no valor de R$ 2 milhões”, disse a delegada. Agora, os suspeitos vão responder por estelionato, associação criminosa e uso de documento falso.

Mais de 20 vítimas, entre pessoas físicas e jurídicas, já foram identificadas. Uma delas é empresário Dorican Dias. Ele e a filha estavam vendendo uma empresa de calçados quando caíram no golpe. “Eles vieram, comprar todos os produtos da nossa loja e deram um cheque de R$ 72 mil, só que era sem fundo. São malandros de primeira classe”, disse indignado.

Outra vítima, o caminhoneiro Davi Batista, conta que os suspeitos foram muito convincentes na hora de aplicar o golpe. “Eu estava vendendo meu caminhão para pagar dívidas. Eles falaram que tinham uma empresa grande, há dez anos no mercado, fizeram uma oferta no meu caminhão e eu vendi. Eles pagaram um adiantamento de R$ 3 mil e dois cheques de R$ 67 mil e R$ 20 mil”, disse.(do G1)

Polícia prende suspeitos de aplicar golpes que somam R$ 1 milhão, em Goiânia, Goiás (Foto: Vitor Santana/G1)

Leave a Reply

Subscribe to our Channel

Featured Video